PROJETOS

EGR

EcoGreenRoof: Desenvolvimento de ecomateriais para coberturas verdes

  • Código do projeto
    POCI-01-0247-FEDER-033728
  • Data de aprovação
    23/05/2018
  • Data de início
    01/10/2018
  • Data de conclusão
    30/09/2021
  • Promotor
    Neoturf
  • Copromotores
    W2V CVR Itecons
  • Custo total elegível
    684.680,29 €
  • Apoio financeiro da União Europeia
    FEDER - 469.994,97 €
  • Cofinanciado por

OBJETIVO PRINCIPAL

Desenvolvimento de substratos ecológicos

 

ENQUADRAMENTO

A sociedade atual encontra-se em constante mudança, em boa parte promovida pelo aumento da população, industrialização e consumismo global, o que levou a um aumento exponencial dos resíduos produzidos. Por outro lado, o crescimento dos centros urbanos levou ao desaparecimento das áreas verdes no interior das cidades com terríveis consequências a nível social e ambiental. Pelo exposto, a adequada gestão dos resíduos representa um dos grandes desafios das sociedades modernas, bem como a utilização de coberturas verdes faz parte da estratégia urbanística e ambiental das grandes cidades. Com o projeto EGR - EcoGreenRoof pretende-se desenvolver substratos ecológicos, através da seleção e utilização de resíduos industriais de base inorgânica e orgânica, para aplicação em coberturas verdes.

 

PRINCIPAIS OBJETIVOS

Desenvolvimento de substratos ecológicos, através da utilização de resíduos inorgânicos e orgânicos provenientes de diferentes setores industriais, para aplicação em coberturas verdes, com os seguintes seguintes objetivos:

- Reutilização e valorização de recursos – utilização de resíduos de forma transversal com diferentes composições e origens;

- Desenvolvimento de produtos de valor acrescentado e eco-eficientes – desenvolvimento de substratos com materiais reciclados que poderão substituir os produtos convencionais, o que se perfila em alinhamento com os conceitos de economia circular;

- Melhoria económica do setor das coberturas verdes utilização de matérias-primas alternativas com o intuito de reduzir substancialmente o custo dos substratos, o que levará a diminuir igualmente o custo final das coberturas verdes;

- Análise da viabilidade de outras aplicações – avaliação da viabilidade de aplicação dos materiais reciclados selecionados na produção de substratos para jardinagem ou viveiros, aumentando assim o leque de potenciais clientes para as soluções encontradas;

- Melhoria ambiental e redução das emissões de carbono – disseminação alargada dos resultados deste projeto com o intuito de generalizar a utilização de coberturas verdes em infraestruturas verdes das cidades, promovendo uma melhor qualidade ambiental dos espaços urbanos.

 

ATIVIDADES DO PROJETO E RESULTADOS ESPERADOS

- Estudos preliminares – identificação, caraterização e seleção dos resíduos que serão alvo de estudo, bem como identificação dos requisitos técnicos ou especificações que as diferentes formulações deverão apresentar e identificação e seleção das diferentes tipologias de vegetação que serão utilizadas nos ensaios laboratoriais e em escala real. Desta atividade irá resultar um conjunto de documentação que indique todos os pressupostos necessários ao correto desenvolvimento do projeto.

- Ensaios laboratoriais – desenvolvimento e caracterização preliminar de formulações e substratos contendo os resíduos orgânicos e inorgânicos selecionados na atividade anterior, em escala laboratorial.

- Definição de processo – descrição do sistema a desenvolver, bem como de todos os requisitos técnicos e de segurança. Serão também apresentadas as maquetas em desenho técnico (CAD e/ou SolidWorks), dos vários componentes que englobam a solução, bem como dos processos envolvidos.

- Construção de protótipo – aquisição e junção de todos os componentes, módulos e outros elementos que constituem a instalação proposta no projeto EGR - EcoGreenRoof. Após constituição e conclusão da instalação piloto proposta, realizar-se-ão testes iniciais com o objetivo de validar e otimizar todos os componentes e a unidade como um todo. Será, igualmente, elaborado um documento para a solicitação do licenciamento industrial para fins experimentais e de investigação junto das entidades competentes.

- Testes de produção semi-industrial e validação – realização da feitura de substratos para coberturas verdes, em quantidades suficientes que permitam a sua experimentação em condições reais, bem como testar o desempenho desses substratos nessas condições e identificar e corrigir procedimentos no processo produtivo e na aplicação dos materiais em obra.

- Análise ambiental e de ciclo de vida – avaliação do desempenho ambiental e do ciclo de vida dos produtos desenvolvidos nas atividades anteriores, de modo a conseguir otimizar o desempenho numa perspetiva de eco-eficência e a sustentabilidade numa perspetiva de eficiência de recursos ao nível de produtos e processos.

- Validação de requisitos técnicos e certificação – análise dos resultados obtidos na sua componente técnica e económica, com base nas recomendações europeias para este tipo de produto. Prevê-se a criação de fichas de produto normalizadas ou certificadas para a introdução destes substratos no mercado nacional e internacional.