CONSULTORIA

Auditoria hídrica

Prevê-se que Portugal seja um dos países do mundo mais afetado pelas alterações climáticas, em particular por fenómenos extremos de seca, resultantes de uma redução significativa da precipitação e de um aumento da temperatura média anual ao longo das próximas décadas. Em consequência, irá observar-se no nosso país um progressivo agravamento das situações de stress hídrico e de escassez de água. A eficiência hídrica, em todos os sectores, deve estar portanto na linha da frente no âmbito das medidas de adaptação às alterações climáticas em Portugal.
No caso dos edifícios existentes, que apresentam potenciais de redução de consumos muito significativos, há que promover essa eficiência através da realização de auditorias de eficiência hídrica. Acresce que, nos edifícios, a redução dos consumos de água se traduz também numa significativa redução de consumos energéticos, em particular na pressurização e aquecimento de água.
Em parceria com a ANQIP (Associação Nacional para a Qualidade nas Instalações Prediais) o Itecons promove a realização de auditorias de eficiência hídrica em edifícios, seguindo a metodologia específica desenvolvida pela ANQIP (Programa AUDITAQUA), a qual já foi aplicada em Portugal a mais de uma centena de grandes edifícios púbicos e particulares (hospitais, piscinas, hotéis, edifícios industriais, estádios, centros comerciais, etc.), alcançando poupanças médias de redução dos consumos de água potável da ordem dos 30%. Nos edifícios com produção de água quente sanitária, a redução nos consumos de água traduziu-se também numa diminuição significativa nos consumos energéticos, da ordem dos 0,03 kWh/litro.